terça-feira, 3 de novembro de 2009

Vontade de Poesia

Hoje amanheci com vontade de ler poesia, de viajar nessa magia. Na verdade queria ouvir poesia, deleitar-me no mavioso som de uma declamação. Por que isso? Não sei. Meu ser apenas deseja ouvir palavras bonitas (ou nao), desde que sejam bem ditas.
Por não ter quem as declame pra mim, consolo-me em ler. Procurei aqueles poetas, escritores que sempre sabem o que quero ouvir ou dizer ( não sei como o sabem, mas alcançam lugares que eu sempre teimo em esconder).
Que dom maravilhoso. explorar e desvendar o "ser" do outro através da palavra.
Salve os poetas! Viva a poesia!



Os poetas não são azuis nem nada, como pensam alguns supersticiosos, nem sujeitos a ataques súbitos de levitação. O que eles mais gostam é estar em silêncio - um silêncio que subjaz a quaisquer escapes motorísticos e declamatórios. Um silêncio... Este impoluível silêncio em que escrevo e em que tu me lês.
Mário Quintana

Um comentário:

Arte Bugiganga disse...

Ah, as palavras... as poesias... são mágicas né?!
Passei para dar um oi e dizer que tem um selinho em meu blog para você.
Abração, Jacqueline.

Related Posts with Thumbnails

boas vindas


Recados e Imagens - Blogs - Orkut


Recados, Gifs e Imagens no Glimboo.